O MR.BANINHA ADVERTE: "O Uso continuado deste blogue, causa histeria colectiva, dores no alto ventre, micoses várias, leves sintomas de Tourette, e uma incapacidade inexplicavel de pronunciar «Zingarelho» sem provocar tremuras no lábio superior..."

SUICIDA...

Uma bicha desesperada, desiludida de tudo, subiu ao 20º andar de um edifício no centro de Porto. Encontrou uma sala vazia e entrou, trancou a porta, subiu para a janela tomando coragem para saltar e acabar com a vida. Juntou-se uma multidão lá em baixo. Todos a olhar para cima esperando a qualquer momento que o infeliz saltasse e se esborrachasse no asfalto. Mulheres choravam nervosas, outras rezavam, outras gritavam palavras animadoras. E a bichona suicida, indiferente ao que se passava em baixo, preparando-se para saltar. Entretanto, aparecem os bombeiros, a TVI, a SIC, a RTP todas as emissoras de TV, rádios e a PSP, o pessoal do Bloco. O trânsito parou, engarrafamento total. Os bombeiros subiram até ao andar e tentaram arrombar a porta, mas era blindada e não conseguiram. Eis que um bombeiro conseguiu entrar pelo apartamento ao lado, debruçou-se no parapeito e tentou conversar com a bicha suicida para que não cometesse aquele acto:
- Pensa nos teu pais, como vão eles sofrer! - implorou o bombeiro.
- Eu sou órfão!
- Então pensa na tua mulher, nos teus filhos, que vão ficar desamparados!
- Eu sou bicha!
- E no namorado?!
- Não tenho!
Aí o bombeiro ficou atrapalhado sem saber mais o que dizer. Mas teve uma idéia:
- Então pensa no BENFICA, meu amigo! Pensa nas grandes conquistas, de outrora, e no que este ano o JESUS vai conseguir, ganhar nas 3 frentes, e colocar o BENFICA nos grandes palcos mundiais do futebol... Não te interessa ver até onde pode chegar este clube?
- Eu sou PORTISTA!
- PORTISTA?
- Então salta, paneleiro, antes que eu te empurre !!!

FELIZ NATAL...


O Baninha, deseja a todos os visitantes, comentadores e amigos, um santo e humorístico natal, cheio de coisas boas e de muita risota.

@Baninha

FREIRAS...


Um comboio bate com uma camioneta cheia de freiras e todas morrem. Chegam ao céu e todas tentam entrar. São Pedro está na porta e diz:
- Tenham calma, tenham calma, não podem entrar assim. Para poder entrar façam uma fila e respondam à minha pergunta: Você, Irmã Maria, alguma vez tocou num pénis?
- Foi só uma vez São Pedro , e só lhe toquei com a ponta do meu dedo mindinho.
- Muito bem Irmã Maria, tem de meter seu dedo nesta água benta e depois pode entrar.
Voce Irmã Celeste, alguma vez tocou num pénis?
- Foi só uma vez São Pedro e só foi com a mão esquerda.
- Muito bem Irmã Celeste, tem de meter sua mão nesta água benta e depois pode entrar.
Logo na fila começa uma desordem porque uma das freiras que estava no fim da fila empurra as outras e chega à frente...
- Minha filha, tem paciência, porque empurras e não esperas pela tua vez?
- Oh meu Senhor São Pedro , é que eu tenho de bochechar antes que Irmã Margarida meta o cu na água!

DEPOIS DO EMPATE EM ALVALADE...

video

ESCOLA ANGOLANA...


Numa escola em Angola, a professora pergunta a um aluno:
- Marreta, diga aí um verbo.
- Bicicreta.
- Não é bicicreta, seu matumbo. É bicicleta! E bicicleta não é verbo.
Depois, perguntou ao segundo aluno:
- Marcolino, diga aí um verbo.
- Prástico.
- Não é prástico seu tanso. É plástico! E plástico não é verbo.

A professora, desesperada, perguntou ao terceiro aluno.
- Bastião, diga aí um verbo.
- Hospedar.
- Muito bem! Agora diga uma frase com o verbo que você escolheu.
- Hospedar da bicicreta são de prástico...

ENTENDIDO EM VINHOS...

Um homem entrou com a namorada no restaurante do Ritz Carlton de Paris e pede um Mouton de 1928. O criado volta com uma garrafa de decantação cheio de vinho e deita um pouco no copo para o cliente provar. Este pega no copo, cheira o vinho e pousa o copo na mesa, comentando agastado:
- Isto não é um Mouton de 1928!!!
O criado assegura-lhe que é, e rapidamente cerca de 20 pessoas rodeiam a mesa, incluindo o chefe e o gerente do hotel que o tentam convencer que o vinho é mesmo um Mouton de 1928. Finalmente, alguém resolve perguntar-lhe como sabe que não é um Mouton de 1928.
- O meu nome é Phillipe de Rotschild e fui eu que fiz esse vinho.
Consternação geral. Por fim, o criado original dá um passo em frente e admite que deitou na garrafa de decantação um Clerc Milon de 1928, acrescentando:
- Eu não consegui suportar a ideia que ia servir a nossa última garrafa de de Mouton 1928. Mas o senhor também é o proprietário dos vinhedos de Clerc Milon que ficam na mesma aldeia do Mouton. Faz a vindima na mesma altura, a mesma poda, esmaga as uvas na mesma ocasião, põe o mosto nos mesmos barris, engarrafa-os ao mesmo tempo e até usa ovos das mesmas galinhas para os refinar. Os vinhos são iguais, apenas com uma pequeníssima diferença geográfica.
Rothschild puxa o criado junto a si e murmura-lhe ao ouvido:
- Quando regressar a casa esta noite, peça à sua namorada para despir a roupa interior. Enfie um dedo no orifício da frente e outro no traseiro e veja a diferença de cheiro que pode existir numa pequeníssima diferença geográfica.

ANIMALICES...

Certo dia de verão, num passeio pelo zoológico, o Manuel, deficiente das forças armadas, uma granada colocou-o manco, ao ouvir tamanha algazarra, entre pessoas que corriam, e se esbarravam com ele, estas aflitas gritavam:
- Ai, meu Deus! O Leão... O leão soltou-se...!!!!
Entre outras que comentavam:
- Coitadinho do senhor, será que ele se safa, oh... Meu Deus...
Toda a gente corria para fora dor parque, enquanto tratadores tentavam a todo o custo manipular o animal, o Manel, desata então a correr como podia. Nisto, um rapaz a salvo daquela situação, e antevendo que o leão corria na direcção do Manel, desatou aos gritos na tentativa de ajudar o manco:
- Olha o manco, olha o manco!!! - Gritava o rapaz.
O Manel, já desesperado com a situação, desabafou:
- Olha o Manco o caralho!!! O leão é que escolhe!!!
OBRIGADO PELA VISITA, E SE GOSTOU, RECOMENDE.