O MR.BANINHA ADVERTE: "O Uso continuado deste blogue, causa histeria colectiva, dores no alto ventre, micoses várias, leves sintomas de Tourette, e uma incapacidade inexplicavel de pronunciar «Zingarelho» sem provocar tremuras no lábio superior..."

#Textos de Autor | A Culpa é do Anti-ciclone dos Açores!

A História já vem de longe, vem pelo menos à 10 anos a esta parte. Vem dum tempo em que um "Cherne", outrora com responsabilidades governativas, no país do "faz de conta". Essa criatura, descobriu o verdadeiro problema "económico-chalaceiro", desse país, identificado como a "pouca roupa íntima", usada por todo um povo. Facilmente explicado pelo clima ameno dessa nação, debruada pelo mar, e com um Anti-ciclone, estacionado numas ilhas ali próximas. 

Tal descoberta, implicou o estudo de medidas a implementar, que visavam aconchegar as partes íntimas dos cidadãos deficitários a nível de indumentária, que para o bem e para o mal, as teriam de adoptar. Pôs-se em marcha uma operação de "Cherne", e todos os seus seguidores mais convictos, a defenderam com unhas e dentes.

Havia claro, vozes discordantes, de alguns acérrimos contestatários, mas que prontamente eram abafadas pela corrente pro-liberal dos defensores das medidas, em gritaria histérica, e visões acéfalas; «O País está de tanga!»; surgindo de imediato a uma nova medida apresentada.

Os contestatários, diziam, também eles donos da sua verdade absoluta, que estas medidas iam acabar por retirar mais "pano" à referida, e já reduzida indumentária, dos "Faz-de-Conteiros".

Verificamos, que de medida em medida, à medida em que o tempo ia passando,  as medidas pouco ou nenhum efeito produziam, e vai daí, O "Cherne" caiu.

 Levantou-se um outro, indicado para o lugar pelo anterior, sem que nenhuma eleição o fizesse prever, mais namoradeiro e com queda para a trafulhice, mas o Monstro da "Pouca Roupa íntima" não só se  mantinha, com tinha tido tendência a agravar-se. 

De novo, vozes contestatárias, essas sempre com cassetes ligadas ao "iPhode", se levantaram, contra um elemento, e a mesma receita, que ainda mal estava de pé, já lhe passavam umas "Palhetas" (dizem que a derradeira palheta, foi dum senhor que exerce uma magistratura de influência, ou influências) para atirar com a criatura no desemprego. 

Tanto rastejaram, que conseguiram, ao fim de poucochinho tempo (dizem as paredes que o homem nem aqueceu o lugar, devido em parte, à "pouca Roupa Íntima", que assolava o país), e aí parece que afinal, sempre era preciso consultar os "Piegas", (nome pelo qual é conhecido também este povo) a fim de à boa maneira Grega, se encontrar um timoneiro, para um barco que à muito, derivava.

Apareceu uma homem novo, com nome de filósofo, também ele grego, não o homem, o filósofo, se é que me faço explicar, que divergia do seu antecessor, na forma, mas no conteúdo, trouxe mais do mesmo, com a agravante, de querer ser mais papista que o Papa. Bom falante, mau ouvinte, mas astuto!

O País, enquanto os senhores que pagavam para usar "Pouca Roupa Íntima" (Foda-se, estou a falar de TANGAS, percebem?!), decidiram fechar a torneira dos "Aérios" (a moeda usada, para comprar quase tudo, dentro da zona exclusiva, porque havia quem usa.se ROBALOS) para financiamento da economia dos "Tangueiros", e vai daí, a falta de liquidez, e as medidas recusadas, pelos contestatários (os anteriores que tinham estado no poleiro do poder, e agora estavam na ala contestatária) levaram à demissão, e nova consulta dos cidadãos, para uma nova eleição que no horizonte, se avizinhava.

Posto isto, que anteriormente, tenho vindo a relatar, não será difícil, ao leitor adivinhar quem ganhou o "jackpot" da governação, sim, esses mesmos, os contestatários, sim, mas só que desta vez, parece que eles não fizeram, ou não esclareceram bem as coisas em campanha, e os "Stripers", obrigaram os artistas a Co-ligarem-se, sob pena de umas ligações esquisitas, por parte do anterior governante e os seus apoiantes, se entenderem com uns "vendedores de Cassetes".

Na campanha, do actual gerente de serviços, para ocupar a dita cadeira, aconteceram coisas estranhas, que o mesmo não consegue explicar. Segundo as televisões, em que foram buscar afirmações proferidas pelo mesmo, sobre medidas que este não tomaria, caso fosse o "Escolhido para Gerente", e que foram as primeiras a ser tomadas, sob pena de caírem no esquecimento. Em declarações à "Tusa" (agência noticiosa do país) uma fonte próxima do Gerente, que se veio a saber mais tarde, tratar-se duma ex-fonte das 7 bicas, que tinha sido dos contestatários, mas que ao ver que o "Panelo" lhe fugia, passou para o lado destes agora no poder.
O Gerente, falou depois à Nação, nunca frontalmente, sempre por canais dúbios, dizendo:
- Estas medidas, eram extremamente necessárias, visto, o nosso país, por causa do ajuste a que está obrigado, pela comunidade "Chuleira", e com a qual temos de viver, sob pena de aos "Tangueiros" lhes ser aumentada a "Pouca Roupa íntima", e ficarmos numa situação, em que teremos que usar cuecas de gola alta, e sabem quanto custam pelo tecido que levam a mais? Portanto, sabem que tudo farei, para que fiquemos, no prazo máximo de 2 anos com o cu ao léu. E esses, os contestatários, e os vendedores de cassetes, tem que se habituar, principalmente os contestatários, que nos últimos anos, tem estado do lado de cá, que se não quiserem andar com o cu ao léu, devem emigrar, para um paraíso qualquer que lhe possa proporcionar o uso desses luxos, que são as cuecas.

A conclusão, que como "outsider" tiro deste país, é que a culpa disto tudo, é pura e simplesmente, do clima ameno, que obriga os cidadãos, a terem de andar sem cuecas, e usarem de quando em vez, uma tanga. O culpado, tem um nome, e nós aqui, colocamos os nomes nos Porcos, o culpado, é o Anti-Ciclone.

NOTA: Este texto é pura ficção, não científica porque não tenho curso de ciências, mas qualquer semelhança com a realidade, não foi mera coincidência, foi de propósito mesmo!

@Mr_Baninha
Enviar um comentário
OBRIGADO PELA VISITA, E SE GOSTOU, RECOMENDE.