O MR.BANINHA ADVERTE: "O Uso continuado deste blogue, causa histeria colectiva, dores no alto ventre, micoses várias, leves sintomas de Tourette, e uma incapacidade inexplicavel de pronunciar «Zingarelho» sem provocar tremuras no lábio superior..."

A REVOLTA DAS GALINHAS...

Hoje vou falar das GALINHAS! Pois é, e vocês, já devem estar em pulgas para saber o porquê de eu estar a falar das galinhas? Sim, as coitaditas das GALINHAS estão em vias de extinção! E REVOLTARAM-SE! Isso mesmo REVOLTARAM-SE!!!
Senão vejamos, as GALINHAS levam uma vida estúpida! Primeiro, porque os galos as perseguem violentamente, basta observarem um galinheiro em plena actividade, mas não obstante os galos as perseguirem, têm o inimigo público n.º 1 de todos os animais que existem à face da terra que é o... HOMEM! Este último, -e eu digo isto com conhecimento de causa, porque a minha avó materna teve galinhas durante muitos anos e eu assisti e participei nalguns atentados ao seu extermínio, “carne pra panela” -, e este último, como dizia eu, procede da seguinte forma.
Na 2ª feira, vai ao galinheiro e repara que há um ovo ou mais, retira-os para o cesto; na 3ª a mesma coisa; na 4ª idem idem aspas aspas; e assim ssussessivelmente até sábado, ao domingo ela não põe, porque o SÓCRATES ainda não colocou isso no novo código do trabalho, e continua a ser sagrado o dia de descanso semanal, mas isto é desde á muitos anos. Por isto, elas acham-se no direito de recorrer á greve, que disfarçam com o célebre estado de “CHOCAS”.
Ora nesta altura é impossível retirar-lhe os ovos... na 2ª o Asdruval vai ver se tem ovo e... népia ela arrecadou-o, na 3ª a mesma coisa e na 4ª igualmente e o Asdruval começa a desconfiar e então aceita a greve... e é também aqui que elas aproveitam para procriar e tratar dos filhos, senão não há férias, são umas autênticas escravas do galo e do HOMEM... mas vocês não sabem como é que as galinhas procriam? Não nascem os pintos do ovo... já alguém viu um pinto a nascer?, mas eu já... eu explico Nesta altura, elas enquanto estão de “greve”, vão açambarcando os ovos e, quando chega no domingo (o tal descanso semanal) elas chamam o galo e la dão a trancadita, esta ao gosto da galinha e nascem os filhos, e como os ovos estão ali mesmo á mão eles mamam-nos... e depois como as cascas ficam de lado parece que eles nasceram do ovo, mas foi mesmo pelo Cu...O galo, este queixa-se de não ter mãos, mas também não faz muito sentido, visto as galinhas não terem mamas... E exploram-nas sexualmente... é verdade... é triste mas é verdade, Basta verem as coitaditas a beberem água... até da pena... sempre que bebem levantam a cabecita ao céu a pedirem ao deus que lhes dê um pito, visto estarem fartinhas de levar no Cu.
O galo, este quando as galinhas estão de “greve”, não tem muitos problemas, visto no galinheiro ter mais opções disponíveis, já que este é um reino tipo SULTÃO das Arábias, num harém, que tem ao seu dispor. Depois por todas estas coisas aqui relatadas, as relações entre galos e galinhas estão a ficar melhor, enquanto o homem insiste no seu extermínio, com vista a satisfazer algumas barrigas gulosas e sedentas de boas cabidelas.
AUTORIA DO BANINHA
Enviar um comentário
OBRIGADO PELA VISITA, E SE GOSTOU, RECOMENDE.