O MR.BANINHA ADVERTE: "O Uso continuado deste blogue, causa histeria colectiva, dores no alto ventre, micoses várias, leves sintomas de Tourette, e uma incapacidade inexplicavel de pronunciar «Zingarelho» sem provocar tremuras no lábio superior..."

O Barbeiro...

Certo dia um florista foi ao barbeiro para cortar o cabelo. Após o corte perguntou ao barbeiro o valor do serviço e o barbeiro respondeu:
- Não posso aceitar o seu dinheiro porque estou a prestar serviço comunitário esta semana.
O florista ficou feliz e foi embora. No dia seguinte, ao abrir a barbearia, havia um buquê com uma dúzia de rosas na porta e uma nota de agradecimento do florista. Mais tarde, no mesmo dia, veio um padeiro para cortar o cabelo. Após o corte, ao pagar, o barbeiro disse:
- Não posso aceitar o seu dinheiro porque estou a prestar serviço comunitário esta semana.
O padeiro ficou feliz e foi embora. No dia seguinte, ao abrir a barbearia, havia um cesto com pães e doces na porta e uma nota de agradecimento do padeiro. Naquele terceiro dia veio um deputado para cortar o cabelo. Novamente, ao pedir para pagar, o barbeiro disse:
- Não posso aceitar o seu dinheiro porque estou a prestar serviço comunitário esta semana.
O deputado ficou feliz e foi embora. No dia seguinte, quando o barbeiro veio abrir a barbearia, havia uma dúzia de deputados a fazer fila para cortar cabelo. 

Esta também não faz qualquer sentido, sob o ponto de vista dos Excelentíssimos deputados que temos, incapazes duma coisa destas, qualquer semelhança com a realidade, também não é mera coincidência...
Enviar um comentário
OBRIGADO PELA VISITA, E SE GOSTOU, RECOMENDE.